sexta-feira, 13 de agosto de 2010

Em sua 21ª Edição, a maior feira de artesanato da América Latina, vai apresentar a mistura de todo um continente

A Feira Nacional de Artesanato (FNA) realiza em 2010 sua 21ª Edição, e com o tema Latinidade encantará a todos com uma surpreendente diversidade cultural. Serão reunidas em um mesmo local, riquezas da arte popular latina, dentre elas, as tramas bolivianas, as fibras guatemaltecas e as tecelagens peruanas. Pelo sétimo ano consecutivo o evento será realizado no Centro de Exposições George Norman kutova (Expominas), em Belo Horizonte, entre os dias 23 e 28 de novembro.

Em 2009, 171 mil pessoas visitaram a FNA, sendo realizados negócios da ordem de R$ 71,4 milhões , e aumento superior a 100% no tíquete médio (vendas) dos lojistas. Segundo a realizadora do evento e presidente do Instituto Centro Cape (Icape), Tânia Machado, a expectativa para 2010 é boa, e no mínimo, os números passados serão mantidos.

A 21ª Feira Nacional de Artesanato ocupará uma área de 23 mil metros quadrados, com 1,1 mil estandes, distribuídos entre o grande pavilhão do Expominas, Espaço Especial e o Meu 1° Evento (expositores que participam pela primeira vez de um evento de grande porte). Devido ao sucesso do mesmo, o número de estandes desse espaço deve aumentar de 60 para 100 expositores nessa edição.


Em 2010, artesãos de todas as regiões do Brasil e representantes de alguns países da América Latina e África irão expor e comercializar mais 80 mil itens artesanais, números que refletem em diversidade e opções para todo público.

Carbono Zero – Em sua vigésima edição, a Feira Nacional de Artesanato alinhou-se com uma das principais preocupações mundiais da atualidade e firmou parceria com a ONG S.O.S. Mata Atlântica para anular o impacto ambiental com os gases de efeito estufa, por meio do plantio de 132 mudas de árvores nativas. De acordo com o diretor da Fundação S.O.S. Mata Atlântica, Mario Mantovani, o plantio das árvores será realizado pela Plantar Carbon, na região de Curvelo, em Minas Gerais. Essas mudas receberão o certificado de Mecanismo de Desenvolvimento Limpo (MDL), de acordo com as normas estabelecidas pelo Protocolo de Kyoto. “É uma ação inédita no país e a Feira Nacional de Artesanato é o evento pioneiro a receber esta certificação”, destacou Mantovani. Além disso, a FNA vai manter, em 2010, a meta carbono zero e ainda pretende reduzir a emissão de carbono adotando algumas medidas como redução no consumo de luz e água.

Fonte: Feiranacionaldeartesanato.com.br

WWW.CLICKFIOS.COM.BRSua loja de armarinhos 24 horas na internet!!!

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...