sexta-feira, 4 de fevereiro de 2011

Patchwork mescla irreverência e originalidade

Produzir peças em tecido é uma arte aplicada não somente na moda, mas em ambientes onde a beleza está inserida no detalhe. O patchwork – que significa trabalho com retalhos – lembra aquela simples colcha feita à mão pelas nossas avós, no entanto hoje é um sofisticado meio de usar cores e criatividade, além de diferenciar a decoração.

Muito utilizado em quartos de bebês e em salas de estar, especialmente no revestimento de almofadas, poltronas, pufs e até em cúpula de abajur, o patchwork ajuda o estilo do proprietário a marcar presença, discretamente, em vários pontos da casa. O trabalho geralmente é apreciado por proporcionar aspecto de simplicidade e descontração ao ambiente.

A arquiteta Erika Linard, de São Caetano, insere o patchwork nos trabalhos desde 2005 e explica que cada projeto desenvolvido é diferente e exclusivo. Segundo a Erika, não existe padrão, pois a técnica abre possibilidade de aplicação em diversos itens e maneiras. “No entanto, é bom lembrar que o patchwork fica bonito no detalhe. Peça grande, como sofá, pode tornar o ambiente cansativo visualmente caso a técnica seja empregada de forma exagerada”, afirma. Além de tecidos, também é possível desenvolver o trabalho em patchwork com outros materiais, como azulejos. De acordo com Érika, a arte com azulejos hidráulicos fica bem como detalhe na parte da frente de uma churrasqueira ou até mesmo no banheiro. Entre seus projetos, a arquiteta destaca uma mesa toda revestida em patchwork, que garantiu ar de inovação num ambiente simples (foto).

Combinação Quem prefere ambientes mais discretos, a dica é eleger uma cor e utilizar o sistema tom sobre tom. De acordo com a arquiteta Luciana Bicheri, de São Bernardo, é possível ousar mesclando tecidos com brilho, textura, floral, liso ou com bolinhas. “Em um revestimento eu posso usar, por exemplo, o azul turquesa, que é uma cor da tendência, em um tecido de veludo com diferentes tons”, ensina. Outra dica é usar o mesmo tom, mas com relevos e texturas diferentes. Luciana Bicheri diz que se o ambiente é pequeno, é difícil compor com cores berrantes ou muito vivas. O melhor neste caso é sempre usar tom sobre tom. Luciana define a peça em patchwork como item curinga, que possibilita várias alterações e adaptações de acordo com o ambiente ou o objetivo desejado.

Patchwork brasileiro tem raiz no folclore Existem diferentes tipos de patchworks. Os mais conhecidos são os de estilo americano e brasileiro. O americano é caracterizado por técnicas bastante sofisticadas, com tecido de primeira linha. “Já no patchwork brasileiro os tecidos são mais finos e simples e é mais utilizado em quartos de bebês”, afirma Luciana. Dados da história contam que os primeiros patchworks brasileiros surgiram na confecção de trajes típicos e adereços para festas e manifestações folclóricas. O clima quente e a preferência do brasileiro por artes manuais de fios e linhas, como bordados e crochês, inspiraram diferentes formas da arte de retalhos. Bonecas de trapo, colchas e quadros representam a arte brasileira e a diversidade da cultura nacional. O patchwork sempre esteve relacionado à atividade de reaproveitamento realizada por artesãos de classe social mais baixa, no entanto, o contato com a técnica tradicional americana, por algumas brasileiras de classe média, influenciou o surgimento dos primeiros quilts nacionais, outro trabalho manual também feito com pedaços de tecidos remendados. (CN)

SP terá Brazil Patchwork Show em abril Mais que simples artesanato, o patchwork no Brasil se tornou negócio. Em 2010, a 4ª Brazil Patchwork Show, realizada em São Paulo, reuniu 60 expositores e cerca de 12 mil visitantes, atraídos por produtos, cursos e troca de experiências sobre a arte. Este ano, a exposição será promovida entre 5 e 8 de abril, também no Centro de Eventos São Luís, na capital. Nos estandes, a técnica da aplicação de retalhos feita em várias regiões do Brasil será lembrada em maquinários, kits de tecidos importados e até em peças acabadas para decorar a casa, como pesos de porta para quartos de bebê, tapetes, bolsas, bonecas e acessórios. (CN)

Fonte: Repórter Diário OnLine


WWW.CLICKFIOS.COM.BR Sua loja de armarinhos 24 horas na internet!!!

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...