segunda-feira, 25 de abril de 2011

Crochê e tricô tapam buracos e deixam cidades mais bonitas


Artistas espalham tramas por ruas, cercas de arame, alambrados e paredes para tornar o ambiente urbano mais aconchegante

O crochê virou elemento artístico nas criações de Crystal Gregory (Foto: CrystalGregory.org)
Existem inúmeras formas de deixar as ruas de grandes cidades mais atraentes para quem passa por elas todos os dias. Há desde quem crie acessórios diferentes para a bicicleta que usa como meio de transportaté quem goste de investir em algo mais intenso como tapar os buracos do asfalto com mudas de flores ou usar os chicletes grudados no chão como tela de pintura.


Independente da forma como a arte é feita, qualquer cor a mais no caminho de quem vive na cidade pode significar um dia mais interessante, não? E foi pensando exatamente nisso que duas artistas resolveram se dedicar ao trabalho com linhas de crochê para ligar arte e urbanidades.

Moradora de Nova York, Crystal Gregory transformou a linha de crochê em personagem invasora dos espaços públicos de Manhattan com o projeto "Art in Odd Places". Trançando diversas cores em paredes de tijolos, alambrados e cercas de arame, a artista mostra que é possível fazer arte em lugares completamente inesperados.

Em 2009, Juliana Santacruz Herrera também mudou a cara da capital francesa ao preencher rachaduras e buracos no asfalto parisiense com tramas coloridas. Chamado "Nid de Poule" ("Ninho de Galinha", em português), o projeto usa o graffiti knitting como meio de intervir no cotidiano usando a arte. Diferente do crochê, o emaranhado não deixa um espacinho sequer sem linhas.

Que tal reparar um pouco mais no seu caminho de todos os dias? A qualquer momento você pode se deparar com algum tipo de arte inusitada.

Fonte: Criativa


WWW.CLICKFIOS.COM.BR - Sua loja de armarinhos 24 horas na internet!!!

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...