terça-feira, 7 de junho de 2011

Seplande realiza capacitação para artesãos em Viçosa

Secretaria promoverá curso em outros cinco municípios, sendo o próximo em Maragogi


No intuito de fomentar a atividade artesanal, a Secretaria de Estado do Planejamento e do Desenvolvimento Econômico (Seplande), através da equipe técnica do Programa do Artesanato Brasileiro (PAB) em Alagoas, promove sete capacitações para artesãos locais.
Nos próximos dias 9 e 10 de Junho, serão beneficiados artesãos do município de Viçosa.

O curso, voltado para associações e artesãos independentes, será facilitado pelo arquiteto Rodrigo Malta. Durante os dois dias, das 8h às 12h, com retomada das 14h às 18h, os artesãos terão acesso ao módulo Saber Fazer – PAB Itinerante, que aborda temas como a questão da identidade cultural, atendimento a clientes, embalagens e cartões de visitas, formação de preços e qualidade do acabamento de seus produtos.

Em relação à prática, serão utilizados materiais que os artesãos já trabalham, com o objetivo de aperfeiçoar as atividades que eles realizam. Além disso, a capacitação irá auxiliar os profissionais a superar as dificuldades relativas à comercialização.
Segundo a Coordenadora do PAB em Alagoas, Sônia Normande, o curso vai proporcionar aos artesãos uma possibilidade de crescimento das atividades desenvolvidas. “Eles precisam de uma assistência maior e essa é a nossa proposta. Queremos aperfeiçoar o trabalho deles, não nos esquecendo de instruí-los também na maneira de escoarem suas mercadorias”, ressalta.

A ação é financiada e executada pela Seplande em parceria com a Secretaria de Cultura e Turismo de Viçosa, que articulou a divulgação, inscrição e seleção dos participantes, assim como o local para a realização das oficinas. Ainda serão realizadas mais quatro capacitações em Alagoas; a próxima será no município de Maragogi.

“A Secretaria oferece todo o material didático, contrata o facilitador, o transporte e hospedagem da equipe para que a realização do projeto seja feita, e a garantia de que tudo acontecerá como planejado depende diretamente das articulações nos municípios. Não adianta nada viabilizar todas essas coisas se o artesão não fica sabendo e não comparece ao evento feito para ele”, finaliza a arquiteta técnica do PAB, Silvana Pontes de Miranda.

Fonte: Ascom/Seplande


Clickfios.com - Sua loja de armarinhos 24 horas na internet!!!

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...