quarta-feira, 5 de outubro de 2011

Programa do Artesanato Brasileiro é uma das atrações do Pavilhão Amazônia na FIAM 2011

Após o grande sucesso de seu lançamento ocorrido em 2009, o Pavilhão Amazônia será um dos destaques da vasta programação da Feira Internacional da Amazônia (FIAM 2011) a ser realizada de 26 a 29 de outubro, no Studio 5 Centro de Convenções, em Manaus (Amazonas). Único espaço da FIAM destinado à comercialização de produtos regionais, o Pavilhão terá como novidades neste ano a participação do 


Programa do Artesanato Brasileiro (PAB), do Ministério do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior (MDIC), e o estande exclusivo de biojoias.


O Pavilhão Amazônia funcionará em uma área de mil metros quadrados, localizada na área externa ao Studio 5, e conta com estrutura composta por estandes padronizados. Os visitantes terão a oportunidade de conferir o potencial empreendedor do homem amazônida por meio de uma ampla exposição de produtos dos segmentos de artesanato, biojoias, alimentos, bebidas, cosméticos, fitocosméticos, fitoterápicos, confecção e florestal.


Nesta edição, um dos destaques será o espaço destinado ao Programa do Artesanato Brasileiro, presente no evento pela primeira vez. No local, estarão à mostra peças produzidas por artesãos da área de abrangência da SUFRAMA (Acre, Amazonas, Rondônia e Roraima e municípios de Macapá e Santana, no Amapá), os quais realizarão demonstrações do processo de produção dos itens. A seleção dos artesãos está a cargo da coordenação do PAB e obedece aos critérios estabelecidos para participação em feiras e eventos nacionais e internacionais.



Outra atração inédita será o estande de biojoias. Nele, empreendedores regionais terão a oportunidade de expor peças confeccionadas com material de natureza orgânica (animal e vegetal), que possuem como características principais designer sofisticado e alto padrão de qualidade. Haverá ainda um espaço para exposição e comercialização de produtos de micro e pequenas empresas de outros segmentos, oriundas da área de abrangência da SUFRAMA. 


A participação empresarial está sendo viabilizada por meio de parceria com os governos estaduais, os quais estão responsáveis pela articulação, seleção e apoio logístico. Além disso, o público poderá conferir o melhor da bebida e da culinária regional no Espaço da Gastronomia, organizado pela Associação Brasileira de Bares e Restaurantes (Abrasel-AM).


Segundo o coordenador-geral de Promoção Comercial da SUFRAMA, Jorge Vasques, o Pavilhão Amazônia é um espaço estratégico no cenário da Feira Internacional de Amazônia na medida em que tem por finalidade mostrar o potencial de micro e pequenas empresas regionais que utilizam matéria-prima da biodiversidade amazônica e incentivar a comercialização de produtos, ampliando dessa maneira a visibilidade desses empreendedores no mercado. “Outro aspecto relevante é que, por meio desse evento, pretende-se estimular a geração de uma dinâmica de negócios entre os próprios expositores”, frisa o coordenador.


História, Cultura e Responsabilidade Social
O Pavilhão Amazônia será palco de três estandes temáticos. O primeiro deles será o “Espaço 100 anos da borracha”. Nesta área de exposição, o público terá a oportunidade de fazer uma viagem ao passado e saber aspectos históricos sobre a importância dessa atividade econômica para o Brasil. 


Também serão feitas demonstrações sobre os processos de extração, beneficiamento e industrialização da borracha, bem como divulgadas as ações desenvolvidas com o intuito de revitalizar a cadeia produtiva da borracha no Amazonas de maneira integrada à lógica do Polo Industrial de Manaus (PIM) e que estão favorecendo a retomada da importância dessa matéria-prima na economia local.


Também está sendo organizada uma mostra de livros produzidos por escritores da região sobre o modelo Zona Franca de Manaus; Desenvolvimento Regional; Ciência, Tecnologia e Inovação (C&T&I); Transporte e Logística; Biodiversidade e Comércio Exterior. As obras estarão expostas para comercialização no Espaço da Cultura que, neste ano, contará com a participação das editoras do Instituto Nacional de Pesquisas da Amazônia (INPA), da Universidade Federal do Amazonas (UFAM), da Universidade do Estado do Amazonas (UEA) e da Valer. Ainda como parte da programação do Pavilhão Amazônia, irá funcionar o Espaço da Cidadania, destinado à exposição e comercialização de produtos de organizações não-governamentais que desenvolvem ações na área social, voltadas à melhoria da qualidade de vida de diferentes segmentos da população.

Fonte: Lisângela Costa - Corrêa Neto



Clickfios.com - Sua loja de armarinhos 24 horas na internet!!!

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...