quarta-feira, 7 de novembro de 2012

Oficinas de artesanato geram renda a famílias vulneráveis


Aprender artesanato, confeccionar com as próprias mãos o enxoval para o primeiro filho e ainda agregar renda à família é uma realidade possível para a gestante Potyara Sania, 28 anos, que participa das oficinas de artesanato disponibilizadas pela Secretaria de Assistência Social e Desenvolvimento Humano de Cuiabá. As aulas são ofertadas gratuitamente nos 13 Centros de Referência e Assistência Social (CRAS).

Pela quinta vez neste ano, Potyara participa de uma atividade. Dessa vez, escolheu o curso de bordados em tecidos. “Com as aulas já aprendi a fazer pinturas, flores, fuxicos e montei o enxoval do meu primeiro filho que nascerá em dezembro”, conta a dona de casa moradora do bairro Jardim Florianópolis.

Ela conta ainda que, após o nascimento do bebê, pretende começar a trabalhar com a revenda das peças artesanais que aprendeu a produzir. “São lindas. E, na maior parte das vezes, fáceis de produzir. Quero dar continuidade ao meu trabalho”. A jovem frequenta as aulas no CRAS do bairro Jardim União.
Outra beneficiária das oficinas é Davina da Silva Oliveira, de 49 anos, mãe de cinco filhos. 

Ela participa pela primeira vez da oficina e se diz satisfeita com os resultados. “É uma ação bem interessante. Pode ajudar a aumentar a renda da minha família, apesar do pouco tempo que eu tenho”.

A professora das oficinas Alaide Janólio pontua que busca sempre encontrar metodologias inovadoras e que estimulem o aprendizado. “Em uma aula já é possível finalizar uma flor para um bordado, por exemplo.

Em 30 dias de curso é possível ter em mãos vários projetos já prontos para a revenda”. Ela estima que uma toalha de banho (comprada pelo valor de R$ 10) possa ser comercializada por até R$ 50 depois de ser customizada com bordados e pinturas. “O lucro é bem interessante”.

Para atender o maior público possível, a unidade passou a disponibilizar oficinas itinerantes. Conforme a gerente da unidade, Ana Cristina Ortiz Ramos, as atividades serão levadas para a região do Parque Mirella (na Estrada de Manso) e também para atendimento ao Clube de Mãos do bairro Jardim Paiaguás.

“Nosso próximo passo é uma parceria com a equipe do Programa de Saúde da Família (PSF) para atendimento por meio de cursos e palestras educativas destinadas à comunidade do Coxipó do Ouro”, finaliza.

Fonte: Site O Documento - Uma Impressão Digital


Clickfios.com - Sua loja de armarinhos 24 horas na internet!!!

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...